A importancia da prática desportiva

A prática de esportes pode reduzir consideravelmente os riscos de doenças, além de contribuir para uma melhor formação do corpo. Para muitos, serve como busca de um corpo perfeito, já outros acreditam que as atividades físicas são as melhores armas para a manutenção de uma vida relativamente saudável. É importante praticar atividade física regular desde a infância, mas o bem-estar do organismo ficou em segundo plano para muitas pessoas que vivem a constante busca de uma aparência ideal.

De acordo com especialista em medicina esportiva e vereador Silvoney Salles, até mesmo nos primeiros anos de vida já existe a necessidade de praticar algum esporte. Ele afirma: “O ato de engatinhar é muito importante na infância, pois ajuda a fortalecer a estrutura óssea e muscular do bebê”. Salles acrescenta ainda que, durante a adolescência e idade adulta, caminhar e nadar continuam sendo as melhores atividades para quem deseja se exercitar de uma forma correta.

Na adolescência, os benefícios da prática de atividades físicas, muitas vezes, são substituídos por lesões, problemas nos ossos e músculos devido à forma muito intensa com que muitos jovens passam a se exercitar. Nessa fase, os adolescentes praticam esportes populares de alto impacto, como futebol, voleibol, basquete e musculação de forma exagerada e inadequada em muitos casos. O profissional de educação física André Castro afirma que tem sido muito difícil controlar a vontade dos jovens adolescentes quanto à prática esportiva. “Eles querem ter resultados rápidos e por isso fazem os exercícios de forma agressiva, nada a ver com o que nós costumamos passar para eles”, completa o professor.

Essa ansiedade também afeta muitas pessoas na idade adulta que buscam, de repente, bons resultados para o corpo através da prática de atividades físicas. “É muito comum em meu consultório pacientes que nem alcançaram a terceira idade apresentando problemas de artrose e outros relacionados ao excesso de atividade física”, afirma Salles. Por isso o instrutor de educação física André Castro afirma que a melhor forma de se obter bons resultados através de atividades físicas é praticar com o máximo de moderação. “Não só do ponto de vista estético, como também fisiológico, os melhores resultados vêem através de uma atividade regular e, principalmente, moderada”, salienta.

Atividade ideal
Na tentativa de se obter bons resultados em relação à saúde sem que haja danos ao organismo, existem várias dúvidas sobre a atividade física ideal independente do biótipo de cada indivíduo. Para o especialista em medicina esportiva Silvoney Salles, o simples ato de caminhar é a prática mais indicada para qualquer idade. “Caminhar informalmente continua sendo ainda o melhor esporte, ajuda a relaxar ao mesmo tempo em que o corpo se mantém em plena atividade”, completa.

A dona de casa Marice Bezerra, de 48 anos, costuma caminhar pelas manhãs e acredita ser esta a atividade mais adequada ao seu modo de vida, isso após sofrer com problemas nas articulações do corpo. “Depois que comecei a caminhar passei a fazer outras atividades com maior êxito e já não me preocupo mais com as dores causadas pela artrose”, salienta.

Natação
Outro esporte que vem sendo cada vez mais recomendado por profissionais que lidam com a saúde do corpo é a natação. André Castro, que atua na área há cerca de 15 anos, considera a natação o esporte mais completo entre os que são praticados atualmente. “Natação é um esporte fantástico, trabalha com todos os músculos e articulações do corpo, além da respiração, circulação sanguínea e sistema nervoso”, complementa. O professor afirma ainda que a natação ajuda no combate a um problema que tem feito com que mais pessoas passassem a aderir à prática de esportes que é o excesso de gordura no corpo, o que melhora a auto-estima de quem pratica.

Para o estudante de Administração Bruno Pithon, de 21 anos, a natação se transformou em um hobby que costuma praticar com freqüência há cerca de três anos. “Não sou um atleta, mas gosto muito da natação por causa não só do corpo definido, mas também por uma vida mais saudável onde posso comer, pensar, respirar e praticar outras atividades de forma bastante tranqüila”, afirma o estudante.

Tendo em vista os fatores que envolvem a prática de esportes, Silvoney Salles recomenda acompanhamento médico antes de se iniciar a prática de esportes ou outra atividade do tipo. Já André Castro acrescenta a necessidade da participação de um professor de educação física, que poderá instruir a pessoa, de forma correta, quanto à atividade mais indicada. Dessa forma, as chances de se ter uma vida tranqüila, do ponto de vista fisiológico, são ainda maiores.

Fonte: Denilson Bezerra
Compartilhar no Google Plus
    Comentar via Blogger
    Comentar via Facebook